PRESS RELEASE – Beisebol infantil de Indaiatuba tem quatro jogadores na Seleção Brasileira

Atletas foram convocados para defender a Seleção Brasileira em dois torneios internacionais a partir do final desse mês

Kenzo-Koragi_Davi-Passos_Yutaka-Sasaki

Felipe, Davi, Yutaka…

Crédito: ACENBI/Tao Conteúdo
Foto em alta resolução: https://drive.google.com/file/d/0B65JKsA3CTaMSmRMcWRxajdIWms/view?usp=sharing

gabriel-rey

…e Gabriel: defendendo a seleção

Crédito: Álbum de Família
Foto em alta resolução: https://drive.google.com/file/d/0B65JKsA3CTaMRVo3b2pmdzNnQUU/view?usp=sharing

 

ivan-morita

Ivan Morita, treinador dos atletas: equipe de Indaiatuba está entre as melhores do Brasil

Crédito: ACENBI/Tao Conteúdo
Foto em alta resolução: https://drive.google.com/file/d/0B65JKsA3CTaMeVNyLVlPVG1MN1U/view?usp=sharing

 

O beisebol da ACENBI (Associação Cultural, Esportiva Nipo-Brasileira de Indaiatuba) está representando mais uma vez o Brasil no exterior. Quatro atletas da categoria Infantil (11 e 12 anos) foram convocados para defender a Seleção Brasileira em dois torneios internacionais a partir do final desse mês.

Os jogadores Davi Matias dos Passos e Gabriel Rey Okada integram a equipe brasileira que vai disputar o 34º Campeonato Mundial de Beisebol Nanshiki Infantil, a partir do dia 29 de julho até 1º de agosto em Edogawa, Tóquio (Japão).

Já os atletas Felipe Kenzo Koragi e Yutaka Sasaki vão defender a Seleção Brasileira no Campeonato Pan-Americano de Beisebol Infantil, que acontece entre os dias 29 de julho e 7 de agosto em Cuautlancingo, Puebla (México). Os técnicos Ivan Morita e Paulo Nakashima, da ACENBI, também fazem parte da comissão técnica dessa delegação.

Os dois técnicos já participaram da Seleção Brasileira em anos anteriores. Felipe, da mesma forma, está defendendo o Brasil pela terceira vez. Davi, pela segunda vez.

 

POTENCIAL TÉCNICO

A ACENBI tem atletas convocados para torneios internacionais todos os anos consecutivamente nos últimos tempos. “Indaiatuba tem muitos jogadores com potencial técnico”, afirma Ivan Morita, treinador dos quatro indaiatubanos selecionados.

Ele aponta especificamente a categoria Infantil da ACENBI como uma das melhores equipes nacionais. “Temos conseguido bons resultados em todas as competições desse ano”, complementa ele.

Para Morita, os jogadores selecionados geralmente se destacam pela dedicação aos treinos no dia a dia. “O beisebol exige muito aprimoramento técnico”, diz ele. Sua equipe costuma treinar cerca de quatro vezes por semana.

 

APOIO DE EMPRESAS

A ACENBI recebe apoio financeiro de três empresas por meio da Lei Paulista de Incentivo ao Esporte. Graças ao suporte dessas empresas, desenvolve o Projeto Criando Atletas de Beisebol e Softbol, que visa formar atletas para competição.

As apoiadoras Filtros Mann+Hummel, Spartan do Brasil e Cobreq garantem a compra de equipamentos como bolas, tacos, luvas e artigos de proteção.

 

SOBRE A ACENBI

Sediada em Indaiatuba (região metropolitana de Campinas, SP), a ACENBI é uma associação sem fins lucrativos fundada por imigrantes japoneses em 1947. Sua principal finalidade é a preservação e a divulgação da cultura nipo-brasileira. A preservação da cultura de respeito aos idosos é outra tônica da entidade, que é mantenedora da escola Nitigo Gakko e abriga a escola de educação infantil Miyoji Takahara, em parceria com a prefeitura de Indaiatuba.

Em sua sede de campo, na rua Chile, a ACENBI conta com campos de beisebol e softbol (versão mais leve do beisebol), quadras de gueitebol (jogo semelhante ao críquete e apropriado para a terceira idade) e quadras de tênis de campo, além de piscina e área de lazer. Na sede social, na rua Humaitá, a entidade mantém auditório, salas de reunião, salas de ensaio e salas de aula para cursos diversos.

As atividades da ACENBI são abertas a todos os interessados. Veja mais informações no website da entidade: www.acenbi.org.br

Veja também fotos e outras informações na página da ACENBI no Facebook:

https://www.facebook.com/acenbi.indaiatuba

 

Mais informações para a imprensa:

Grupo de Relações Públicas da ACENBI
[email protected]