Assim como o ensino da língua japonesa (Nitigo Gakko), o beisebol sempre esteve ligado às atividades da ACENBI.

Seu início, foi num modesto campinho aberto, no terreno onde hoje está construído a sede social da ACENBI – ao lado havia somente mato e eucaliptos. Os mais saudosos ainda lembram que muitas vezes tinham que procurar a bola que caía no meio do matagal.

Orgulho

Mas tudo começou a tomar forma quando, em 1953, o famoso jogador Maruyama, vindo de Presidente Prudente, liderou a primeira equipe de beisebol adulto de Indaiatuba. Com isso, cada vez mais pessoas foram atraídas para os treinos e a cultura do esporte.

Alguns anos depois, com o aumento de pessoas praticando o esporte, começaram a surgir times internos dentro da própria ACENBI – e de tempo em tempo promoviam jogos entre si, disputando campeonatos internos.

Logo vieram outras categorias de base, dirigidas pelo Professor Tomio Osako. A categoria de base, conhecida como “Mirim”, passou a ser dirigida pelo departamento do Fukei-Kai, passando por vários professores até que, na gestão do Professor Naruki Yoshihisa, com muito orgulho nos trouxe o primeiro título significativo: o de Campeão Brasileiro de Beisebol Mirim em Cooper Cotia.

Obras do campo

Em 1977, iniciaram-se as obras do campo de Beisebol, com arquibancada e espaço para alimentação. As obras foram concluídas no ano de 1981.

No 40º Aniversário da ACENBI, em 1987, foi realizado um campeonato interclubes para a comemoração do evento. A equipe que representou a cidade e a ACENBI foi a da categoria infantil (11 e 12 anos), que obteve a 2ª colocação do campeonato. A equipe era dirigida pelo Toshiro Takuma. Na equipe de Takuma, destacou-se o jogador Hiromi Nagatome, que mais tarde foi atuar na equipe colegial do Japão, Kagoshima Ditsugyo, sendo o primeiro brasileiro a atuar no campeonato Koochiem.

Primeira diretoria

Neste mesmo ano surgiu oficialmente o Departamento para o Beisebol, composto por:

Diretor: Toshiro Takuma

1º Vice Diretor: Kazuhiro Toyoki

2º Vice Diretor: Tadao Toyama

Secretário: Rikio Takahashi

Tesoureiro: Ryoji Nikkuni

Diretor Técnico: Gunji Matsumoto

Diretor Árbitro: Kazuhiro Toyoki

Diretor Patrimonial: Akito Nagatome

Atualmente o Departamento de Beisebol de Indaiatuba conta com 6 categorias, e como sempre valoriza e investe na qualificação de atletas desde a base, ensinando filosofia e oferecendo saúde. Conta ainda com cerca de 20 atletas na equipe T-Ball, apoiada também pela SESLA (Secretaria de Esporte e Lazer) da Prefeitura Municial de Indaiatuba.